A reunião de crise marcada para sexta-feira foi antecipada e cancelou o MWC 2020

Actualização: de acordo com várias publicações (Wired, etc.), o evento foi cancelado mesmo antes da reunião extraordinária que estava marcada para sexta-feira. Um pesadelo tornado realidade para a feira de Barcelona e para todas as marcas e agentes envolvidos. Citado pela Wired, “John Hoffman, the chief executive of GSMA, said that the outbreak has made it “impossible” to hold the event later this month in Barcelona, Bloomberg reports.”

Não será novidade para quem se interessa por estas coisas, mas a feira tecnológica de Barcelona dedicado ao sector mobile pode não vir a ser realizada no final do mês.

Esta tomada de posição tem, como se sabe, origem no Coronavirus que tem marcado a actualidade, encerrando cidades inteiras na China e provocando o cancelamento ou adiamento de muitos festivais e feiras por esse mundo fora.

Depois da LG, Sony, Ericsson, Nvidia, Amazon, Vivo, Gigaset, NTT Docomo, Umidigi e Intel, já terem anunciado a sua desistência, espera-se o mesmo de outros fabricantes como a Samsung e TCL que já avisaram que vão reduzir a equipa de profissionais escalada para a feira.

Sabendo que a grande maioria dos expositores são de marcas e produtos chineses, todo o cuidado é pouco, ainda mais devido ao grande periodo de incubação (de 14 para 28 dias) e ao crescente alarme social.
A ver vamos.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *