A Sony arriscou ser das primeiras marcas a apresentar um computador híbrido, ou seja, a mistura entre um portátil e um tablet. Esta primeira experiência tem o nome de Duo 11 e apresenta-se bem recheado de hardware e com um design bem interessante.

Em formato tablet, as 11 polegadas que lhe dão a designação são suficientes para uma navegação rápida e até cativante, pois o sistema operativo que o equipa, o Windows 8, foi elaborado tendo em consideração a utilização táctil.

Mas para operações mais complexas e profissionais, nada como ter um tradicional teclado embutido que se descobre fazendo subir a metade do ecrã, através do sistema patenteado Surf Slider. A principio não é fácil descobrir como fazê-lo, isto é, para quem teima em utilizar os equipamentos sem olhar o manual de instruções. Mas basta colocar os indicadores nos espaços colocados na parte de cima e puxar com algum vigor para a “magia” acontecer.

05ccbf98114d87d2edd8b3264d17ac36

43552f6813a4fcbda8ebc88bdf656a67

O dois em um

O ‘melhor dos dois mundos’ acaba por ter algumas consequências neste Duo 11, muito devido ao design que não é consensual e que obrigou a algumas limitações, como apresentar um teclado chiclete com teclas um tanto ou quanto pequenas e, pior, a ausência de um espaço touchpad. Em vez dele, somos obrigados a navegar através de um cursor físico e óptico colocado no meio das teclas, muito à imagem e escola IBM, mas desta vez táctil, reforçado pelos dois botões de acção esquerdo/direito arrumados mesmo na extremidade do Vaio. Não é muito prático, mas pelo menos existe.
De qualquer forma, a Sony sabe que a maior percentagem de utilização será através do ecrã táctil, portanto, aquilo que num ensaio podemos apontar como menor valia, no dia a dia e numa utilização mais completa, pode não ser dramático.

Mas existe, quanto a mim, que escrevo bastante, um problema maior: quando aberto, o ecrã toma um ângulo fixo, sendo impossível de o colocar mais direito ou mais deitado. E isso obriga o utilizador a escrever numa certa posição para visualizar na perfeição o que está a fazer. Um ponto menos bom neste Vaio 11 Duo.

Incluído no pack, vem também a caneta VGP-STD1, com bom toque e peso, sensível à pressão e com botões esquerdo/direito e apagar (no topo). Muito interessante e verdadeiramente útil (se a perder, comprar outra custa 60 euros) mas que não pode ser escondida/arrumada no corpo do Duo 11, o que obriga a termos que a lembrar como uma vulgar caneta que temos de arrumar num bolso do casaco. Esqueci-me bastas vezes dela e acho estranho como a Sony não pensou neste problema, visto que a solução está presente em tablets que são pouco maiores que telefones. Mas, de longe, é mais agradável de utilizar que a grande maioria das suas concorrentes.

83721ea8a6e14782bdb019dd4ecbc4d0

Sony Vaio Duo 11 from above-580-90

 

O coração

Se pelo lado físico encontramos as já citadas limitações, já no que respeita à máquina em si não podemos pedir muito mais. O processador i5 com 4Gb de Ram e um disco rígido SSD com 128Gb, chegam e sobejam para fazer deste Vaio um portátil muito bom. Aliás, em termos de operacionalidade, ultrapassa facilmente o PC que uso para trabalhar (e que, desde o Windows 8, tem até sido mais utilizado que o próprio Mac).

É rapidíssimo, perfeito para receber informação da nuvem doméstica. O ecrã é dos pontos fortes deste Vaio, pois permite realizar operações com máximo conforto (ler revistas em pdf) e qualidade (filmes ou séries). A imagem é soberba, ou não estivéssemos a falar de um Sony. As 11 polegadas são suficientes para todo o tipo de utilização e, atenção, com uma qualidade 1920 x 1080!!! Sim, é um regalo e faz-nos esquecer os pontos menos bons de construção.

Como tablet é magnífico, inclusive, a própria moldura, porque continua o vidro superior, é também táctil e permite que passemos com o dedo por cima e começar ou continua os movimentos do dedo. Pode parecer um pormenor mas, digo-vos, é daqueles muito úteis.

Contudo, a minha utilização será sempre mais profissional e, talvez por isso, ainda não tenha escolhido um tablet para uso próprio. Talvez a resposta esteja nos híbridos, mas têm de emagrecer um pouco mais para me serem perfeitos.

 

20590207c7c55ab789afdd1a2b9cc04b sony-vaio-duo-11-review-1 1e50849fa6efa48281d99fab3f5b908e

 

 

Botões e ligações

Na parte frontal, apenas o botão Home Windows 8, presente em todos os tablets e PCs tácteis equipados com este sistema operativo, e a câmara vídeo (excelente para chats, com 2,4 megapixels e sensor Exmor R que faz a diferença em utilização.

Quase escondidos, porque colocados frontalmente mas escondidos na curva para a base, estão os botões volume, assistência directa (Assist) e lock, mais as pequenas mas qualitativas colunas áudio.

No lado direito da base, o Power on/Off, a entrada HDMI e duas portas USB 3.0 (uma delas serve para recarregar equipamentos externos.

No extremo oposto, ficha VGA, entrada para auscultadores/mic e entrada para cartões SD/M2.

Atrás, encontramos a ligação para LAN e ficha de alimentação.

Ao vermos todas as conexões num corpo tão pequeno (e delgado, porque está, afinal, dividido em dois), percebemos que é apenas espectacular termos todas estas opções em tão pouco espaço. Tem ainda NFC e é WiDi ready, portanto, preparado para um próximo futuro.

 

Sony Vaio Duo 11 writing-580-90

Concluindo

Se não tivesse um portátil (aliás, dois, um de cada “nação”) e tivesse que optar por uma solução que me permitisse mundos e fundos, este Vaio Duo 11 seria uma opção a ter em conta.

Reparem: é um PC, é um laptop, é um tablet. Tem excelente hardware, é rapidíssimo e leve para o que apresenta e representa. O ecrã é fantástico, a rapidez de operação também. Mas o preço é alto, talvez demasiado para uma solução híbrida que tem muitos pros mas também alguns contras.

Em relação ao menos positivo, a dimensão do teclado e a falta de um touchpad, nada como ligar equipamento externo que, curiosamente, é como utilizo os meus próprios portáteis. Um bom ecrã externo e teclado + rato por Bluetooth, fazem milagres. Será esta uma das utilizações, pois como máquina, o Vaio Duo 11 é muito bom.

 

PVP (cerca de)

1.400,00 € Incluindo IVA 

Mais informações aqui.

 

Características técnicas

Processador

Intel® Core™ i5-3317U Dual Core

Frequência Processador

1,7 GHz

Turbo Boost

2,6 GHz

Cache Processador

3 MB

Memória RAM

4 GB

Tipo Memória RAM

DDR3L-1333

SSD

128 GB

Dimensão Ecrã

11,6 ‘

Tipo Ecrã

LED VAIO Display Plus multi touch FullHD 1920×1080 px

Placa Gráfica

Intel® HD Graphics 4000

Sistema Áudio

Dolby® Home Theater® v4
Altifalantes Stereo e microfone integrados

Leitor de Cartões

SD Card, Memory Stick PRO Duo, MagicGate

Interfaces

2x USB3.0
VGA
HDMI
Jack 3,5mm

Câmara

HD Exmor™ 1280×1024 px

Comunicações

Wireless LAN 802.11a/b/g/n
Bluetooth 4.0
Rede Gigabit 10/100/1000
GPS

Sistema Operativo

Windows® 8

Software

VAIO Care
VAIO Transfer Support
VAIO Update
VAIO Message Center
PlayMemories Home
McAfee Internet Security (subscrição gratuita de 30 dias)
Intel® Anti-Theft Service (subscrição gratuita de 90 dias)
McAfee Parental Controls
Adobe® Reader® 10
Internet Explorer® 10

Bateria

Iões de Lítio VGP-BPSC31

Autonomia (estimativa)

6 Horas

Outras Funcionalidades

Acelerómetro G-Sensor
Teclado retroiluminado
Auto iluminação

Dimensões

319,9 x 17,85 x 199 mm

Acessórios

Adaptador de corrente VGP-AC10V8
Digital Stylus Pen

 

 

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

1 comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Breves

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata