Diz-se por aí que os Sony WF-1000XM3 são os melhores auriculares da actualidade. Fui ouvir!

De vez em quando surge no mercado um equipamento, um gadget, uma novidade, enfim, um zingarelho que nos faz olhar duas vezes e soltar uma exclamação de espanto.

Sony HF-1000XM3 review
Encaixe por magneto, recarregamento, transporte eficaz

Pode ser pelo design, pela extrema qualidade e pela função. Difícil é aliar isto tudo hoje em dia e, mesmo assim, ser diferente dos demais. Mas foi exactamente isso que a Sony conseguiu com os novos auriculares sem fio de nome comprido e difícil de memorizar: têm papel e caneta à mão, ou ecrã táctil e pen? Ora apontem aí se faz favor: Sony WH-1000-XM3.

Sony WF-1000XM3 análise review
Sony WF-1000XM3 análise review

O tamanho importa

Os, cá vai, WF1000XM3 não são auscultadores. Para isso, e como topo de gama, a Sony vende os multi premiados WH1000XM3. Os WF são auriculares, ou seja, algo que se mete dentro do canal auditivo em vez de cobrir as orelhas. E esta é uma grande, enorme, diferença entre concepção, utilização, conforto de utilização e qualidade.

conexão também por NFC

Como é lógico, quanto maior for a almofada e a sua concha, mais controlo qualitativo e mais tecnologia podem ser utilizados. Ninguém usa auriculares num estúdio de música ou rádio, certo? O conforto de utilização é também um factor de escolha, principalmente para os profissionais que trabalham com áudio, onde a questão do cancelamento de ruído e da supressão de cabos nem se põe.

Sony WF-1000XM3 análise review
Sony WF-1000XM3 análise review

Sem fios e liberdade total

Estas modernices existem para nós, os utilizadores modernos, que queremos ter um espaço no mundo só para nós. Nem que seja por minutos. Ah, e já agora, com liberdade quase total. Em suma, procuramos algo que suprima o mundo e nos garanta passar umas horas numa concha, num cocoon, num mundo paralelo só nosso.

As marcas têm apostado neste segmento, tanto com auscultadores, onde a Bose e a Sony se confrontam para obter o almejado número 1, e nos auriculares, onde os Airpods da Apple conhecem um enorme sucesso.

Só que o design dos Airpods peca por ser horripilante. Sugere mesmo que quem os usa deixa escorrer cera dos ouvidos. Claro que os fanboys estarão contra esta apreciação, mas isso é lá com eles. E, pior, os Airpods têm um desenho que não se adapta a todos os ouvidos. E isso já é problemático.

Sony WF-1000XM3 análise review
caixa bem usada

As outras marcas perceberam o filão e trataram de emular o produto da Apple. Mas não é fácil superar esse sucesso. Aliás, reformulo, não foi fácil superar esse sucesso. E tudo mudou no dia em que a Sony deu um murro na mesa e lançou os já citados WF1000XM3.

Sony WF-1000XM3 análise review
Sony WF-1000XM3 análise review

Design e a importância da escolha

O design dos Sony não podia ser mais diferente dos Airpods. Tudo está integrado num corpo muito leve que depois termina nas saídas de som que permitem escolher o tamanho e até o material das borrachas de conforto. Sim, a Sony não poupou nos acessórios.

E basta um ligeiro movimento para ficarem bem presos nos ouvidos. Para mim, a possibilidade de poder optar por tamanhos diferentes de borrachas é tão ideal quanto necessários, pois os meus canais não são idênticos e bastas vezes uso um tamanho diferente para cada ouvido.

E sabem que mais? Tenho a certeza que a maior parte de vocês também têm ouvidos de tamanhos diferentes.  Fica a dica.

E para ficarem a saber como é a qualidade de som dos WF e o que realmente achei deles… basta clicar nos links e ouvir o podcast.

Afinal, estamos a falar de som, não é?

spotify: clicar em cima

anchor: https://anchor.fm/xadas5/episodes/Sony-WF-1000XM3–qui-os-melhores-auriculares-da-actualidade-e8stse

Google: https://podcasts.google.com/?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy85Y2Q3Y2U4L3BvZGNhc3QvcnNz&episode=ZjMwZDQ3NjMtNGE0OC00NDg3LTBmMjQtYTA5MzVhNGJiODY2

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *