E aqui fica mais uma descoberta do António Marques no seu muito útil e amigo do bolso RelógiosPt.

Quando iniciei este blog defini mentalmente que iria evitar falar em relógios com um preço superior a €999: o mercado tem demasiados modelos abaixo dos €1.000 para eu alguma vez ficar sem relógios de que falar!

C700SKSI_4
Este cronógrafo da marca inglesa Christopher Ward é o mais caro relógio até agora mencionado aqui. Trata-se de um cronógrafo baseado no movimento Valjoux 7750 designado C700 Grand Rapide e que tem alguns detalhes que me agradam. Talvez o principal seja o tamanho geral do relógio, mais pequeno do que é habitual em modelos com este movimento: não só o mostrador tem uns muito razoáveis 42mm de diâmetro como a espessura da caixa é de apenas 13,9mm, um valor muito baixo considerando que na maioria dos casos os relógios que tenho visto baseados neste movimento rondam os 15mm (um dos mais pequenos, o Tissot Couturier, tem mesmo assim 14,19mm de espessura numa caixa de 43mm de diâmetro).
Outros pontos a favor incluem o mostrador em fibra de carbono (é uma questão de gosto, claro, mas eu gosto…), a resistência à água até 100 metros, o mostrador de vidro de safira com revestimento anti-reflexo… Como todos os relógios da marca, o C700 é vendido diretamente a partir do site da Christopher Ward. O seu preço é de quase, quase €1.000: £850 + £12 de custos de envio para Portugal. O modelo está disponível também com bracelete em borracha e com bracelete em aço mas nesse último caso tem um preço um pouco mais elevado, de £899.
Encontra diversas análises a este relógio na Web, como por exemplo esta, em vídeo, e esta.

C700_buckle C700SKSI_4_1 C700SKSI_5 C700SKSI_6 C700SKSI_8 close

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *