HP Elite X2 1012, ensaio ao “surface” do gigante informático

8 Design
8 Construção
7 Inovação
7 Qualidade
8 Factor X5
7.6

P1120498

A Microsoft tardou mas acertou em cheio quando decidiu lançar-se no mundo dinâmico e complexo do hardware. Contudo, nem os mais optimistas ousariam apostar numa evidência actual: o Surface é o modelo mais, posso dizer, imitado da actualidade. Todos os gigantes informáticos querem ter um, estar presente neste segmento de nicho que é um híbrido dois em um que tanto pode ser um excelente tablet como um computador perfeito para tarefas de escritório. Sim, o form factor da década já foi escolhido e repensado, retrabalhado, melhorado, e transfigurado pelas demais marcas.

Desta vez trato o novo HP Elite x2. Ligeiro, leve, um pouco diferente dos adversários directos, está a ser um belo companheiro de trabalho nestas andanças das convenções. Mal o sinto quando o transporto na mochila e é sempre um momento alto tirá-lo do seu interior e abri-lo sobre a mesa. Sim, ao lado dos inúmeros Mac Air de 11″ e Asus reluzentes da mesma dimensão, o “meu” HP Elite X2 dá nas vistas.

A máquina é alimentada por um processador Intel Core M5, mas podemos sempre escolher o mais potente M7. Funciona bem com o SSD de 256GB, rápido em qualquer das funções tradicionais para que este tipo de equipamento está pensado.

P1120495

A capa que também é teclado tem uma qualidade assinalável. Um pouco mais grossa que o que estamos habituados na concorrência, faz valer a sua extraordinária robustez. Com tampa em camurça para evitar riscos, é também muito confortável de usar aquando o transporte. As teclas têm bom espaço entre elas e um cursor muito directo. Gosto do seu toque e rapidez, para além de serem retroiluminadas e com múltiplas funções. O trackpad não fica atrás dos melhores que equipam os tradicionais portáteis. Foi muito bem pensado este “acessório”. Nota máxima.

Mas o Elite X2 demarca-se ainda mais dos possíveis adversários devido à grande aposta na segurança activa e passiva, com suite de software próprio e, acima de tudo, um muito visível sensor biométrico para a já imprescindível impressão digital. Está muito bem colocada, na parte superior esquerda quando olhamos o ecrã, e permite um rápido acesso para destravar algumas funções, pastas ou documentos enquanto continuamos a trabalhar com o ecrã táctil, por meio do teclado, caneta ou rato. Podemos contar com o software pré-instalado (HP BIOSphere, HP Sure Start Technology, HP Client Security, Intel vPro e o Trusted Platform Module (TPM).

P1120492

Duas câmaras, frontal e traseira, asseguram a conexão audiovisual com o mundo empresarial e não só. Mais perfeitas para conferências e reuniões via Skype ou similar, conseguem também qualidade suficiente para tirar umas fotografias ou filmar pequenos vídeos.

A aposta em duas colunas com assinatura Bang & Olufsen merece também um destaque, pois cada vez mais os tablets são usados para ver séries TV (streaming) ou TV online. É definido e muito claro com a natural e esperada falta do gravão, mas nada que atrapalhe o prazer de ver a série preferida através deste bom ecrã, um pouco reflexivo, mas de grande definição.

Original e exclusiva é a base em aço inoxidável que gira 150 graus para se ajustar normalmente a qualquer ângulo de visualização. Ao contrário das restantes (e da original do Surface), em vez de ser uma aba (quase metade do painel traseiro) é apenas a sua moldura, tornando mais leve e até mais prática a sua utilização.

A acompanhar o X2 vem a caneta (também digitalizadora) da Wacom que permite aos ilustradores (e demais profissionais do traço) trabalhar com mais rigor.

P1120493

A HP equipou o seu 2-em-1 com porta USB-C (também para carregar a bateria) com tecnologia Thunderbolt, ou seja, podemos ficar descansados com o futuro deste Elite X2. É uma solução feliz e que muito agradará aos profissionais em movimento, pois deixa cair as malditas ligações próprias que impossibilitam, quando esquecidos em casa ou escritório, recarregar a bateria do instrumento de trabalho. Palmas, HP, muitas palmas!

A HP tem feito um esforço notável para brindar o mercado com equipamentos de altíssima qualidade e sofisticação. Desde o portátil mais fino e leve do mundo, à linha para jogadores profissionais, a gama é extensa e muito bem definida. Faltava modernizar o seu hibrido e aqui está ele, em todo o seu esplendor, pensado como uma solução de trabalho para a malta engravatada que tem escritório em todos os hotéis e aeroportos do mundo. Com a segurança em primeiro lugar, um design muito bem conseguido e ligações modernas e ultra rápidas, coloca-se ao nível do Surface Pro até no preço a que é proposto. A batalha continua numa loja perto de si.

P1120496

PVP: 1,616€ com IVA (e capa teclado)