Melhorou muito este híbrido da Sony em segunda geração, um companheiro perfeito para profissionais de imagem que gostem de trabalhar com uma stylus num ambiente táctil e muito rápido

Duo_13_Black_28_hero06_PenStand

No ano passado, passou pelo Xá das 5 o primeiro híbrido da Sony, o Vaio Duo 11 (podem ler o ensaio aqui) e fiquei com uma impressão muito positiva. Contudo, houve dois pontos que “pedi” para serem melhorados e a marca, sempre atenta a este blogue, anuíu com o lançamento da segunda versão deste híbrido, o Vaio Duo 13. Uma das modificações está logo no título e, felizmente, o ecrã é agora maior e melhor. O outro tinha a ver com o mecanismo deslizante que deixava a desoberto o sistema e os cabos. O Duo 13 resolveu isso e, de um ano para o outro, este híbrido da Sony ficou no ponto. É bonito, útil, rápido e até tem um stylus próprio a acompanhar. O melhor de dois mundos (tablet + laptop) numa época dramática para este emblema da Sony que foi vendido a um consórcio nipónico.

O Vaio Duo 13 é uma solução a ter em conta para quem precisa de um laptop ou de um tablet e não sabe qual escolher. Aliás, a performance enquanto computador de uso normal, desde algum trabalho gráfico à reprodução de vídeo e muitas horas de web, é francamente positiva. O ecrã tem imensa qualidade, o som é mais potente do que em muitos portáteis, o teclado tipo chiclete está mesmo a meu gosto e a Stylus, para quem precisa de trabalhar com este tipo de suporte, é um acessório muito útil e, acima de tudo, vem no pacote.

O ecrã e o som

Quando se fala da Sony, a qualidade dos seus ecrãs é das principais características que já é senso comum. Este híbrido não foge à regra e apresenta um 13.3″ IPS 1920 x 1080p Triluminos. Não precisamos de mais. As cores são típicas da marca, muito compostas e realistas, com negros muito densos e brancos extremamente brilhantes. Tudo convida a longas horas de trabalho ou lazer. Sendo híbrido, e naturalmente como tablet que convida ao tacto (dedos ou caneta), estava à espera de algum lag entre o toque e a reprodução da função, mas nada disso. Tudo é rápido, muito rápido. Um ecrã de alto nível que, felizmente, tem uma bateria a condizer. Este Vaio é espectacular no que respeita à durabilidade de uma carga. Sei que o deixei vários dias em stand by, ligava, reproduzia, navegava e editava o Xá das 5. Durante o tempo de ensaio, devo ter recarregado umas duas ou três vezes. E sem preocupações de colocar o brilho a meio. Aliás, este Vaio fá-lo automaticamente medindo a “temperatura” exterior.

No topo do ecrã, está colocada a tradicional câmara de foto/vídeo que permite captar imagens para depois editar e partilhar com o VAIO Inspiration Stream. Mas melhor que uma câmara Web Full HD frontal com sensor Exmor R frontal, é saber que se pode contar com outra câmara, neste caso de 8MP com sensor Exmor RS e tecnologia de detecção de rostos. Se a usei? Na verdade, não. Continuo a achar que este tipo de híbridos (ou tablets) são para computação ou navegabilidade e não para tirar fotografias ou filmar concertos. Mas estou cada vez mais sózinho neste campo…

Melhor que o esperado, aliás, muito melhor, é a qualidade (e o nível) de áudio neste Vaio. As duas colunas estão colocadas no painel traseiro e em cada extremo, garantindo uma boa separação dos canais. O som tem profundidade, alguns graves e uma gama de médios e agudos muito bem definida e brilhante. Foi uma agradável supresa.

A construção e o Digitizer

Como já referi, o sistema de abertura do ecrã presente neste Vaio Duo 13 apresenta uma melhoria face ao modelo original. Contudo, e continua a ser um factor que perde para, por exemplo, o U920 da Toshiba (ensaio aqui), pois não é possível escolher o ângulo de abertura do ecrã. Ou está fechado ou aberto, mesmo que num ângulo que promova a visualização. Também senti alguma falta de rigidez no travão em aberto, pois é fácil elevar o ecrã um pouco para fora do local pré-definido, o que pode ocasionar, se intencionado, uma avaria mecânica. Mas os cabos estão escondidos, a qualidade de construção tem nota geral muito positiva.

E quanto ao “trackpad”? Embora pequeno e escondendo as teclas esquerda/direita no próprio sistema, está presente neste novo modelo o que já é uma nota muito positiva. Sendo este híbrido um táctil, é natural que este pad fique em segundo plano. Aliás, depois de uma certa habituação, será raro utilizá-lo. Mas, de qualquer forma, está presente e é nota de realce.

A colocação dos comandos físicos é que é estranha. Se na lateral esquerda temos um muito pequeno botão on/off e na direita uma portinhola que, aberta, permite pousar a caneta Digitizer, os botões de volume e de assistência directa estão arrumados no painel traseiro. Isto é bom (?) para quem trabalha em modo tablet, mas uma infelicidade para quem prefere o modo laptop. Com ele aberto, só por tacto é que lá chegamos. Uma péssima opção. As restantes entradas estão bem arrumadas no extremo topo do Duo 13 (HDMI out, 2xUSBs 3 – uma om carga -, alimentação, saída de auscultadores e leitor de cartões).

Não fosse esta questão da localização, este Vaio Duo 13 era quase perfeito como híbrido. Toda a construção é sólida, o teclado a meu gosto, um ecrã fantástico mas… que só aceita cinco pontos simultâneos com a Digitizer (isto de ter amigos designers é no que dá, ficamos sempre a aprender este tipo de coisas). Esta “caneta” é também configurável (botões) e podemos “ensinar” o Vaio a abrir automaticamente a App Note Anytime quando tiramos a caneta do stand. A App SurfSlider também mostrou grande utilidade e rapidez, permitindo alternar entre desenhar e digitar. E são estas coisas que fazem gostar ainda mais deste Sony.

Potência

Calhou-me um processador Intel i5 com disco 128GB SSD e 4GB de Ram. Podemos dobrar estes gigas… mas paga-se caro. Aliás, este Vaio não é barato, comparativamente com alguns adversários directos, mas já a primeira geração era assim. De assinalar que esta opção é ultra rápida devido à opção SSD. Garantidamente, esta é uma máquina que permite grande liberdade profissional. Rapidíssimo, sempre disponível, aquece pouco e é até silencioso quanto baste.

Performance e usabilidade

Para mim, este é um Vaio Laptop que, por acaso, é também um tablet. Como computador, mete o i3 que uso como PC principal (mas também é laptop) a um canto. Permite a ligação por wireless (e NFC) a qualquer equipamento adequado, o que o faz brilhar como streamer de conteúdos. Mas foi na edição de fotografias que lhe percebi a velocidade de processamento. Acreditem, é um computador a sério. Como tablet e com ecrã de 13.3″, é uma solução pesada e grande. Sinceramente, para tablet existem os… tablet. MAS, e atenção, é perfeito para quem quer desenhar ou editar ao pormenor um qualquer conteúdo imagético ou sonoro. A Digitizer é o ponto no i que o tansforma numa verdadeira mesa de trabalho táctil que até tem um teclado. Percebem onde quero chegar?

Conclusão

Se tivesse de comprar um novo laptop, este Vaio estaria no top 10 de preferências. Gostei do tamanho, do peso, da potência, do ecrã e até do som. A transformação híbrida coloca-o numa prateleira com poucos adversários, principalmente porque, enquanto ferramenta de trabalho, é mais que suficiente. É uma máquina bonita e transportável que assiste algumas utilizações mais exigentes e que convida ao transporte diário. Rapidíssimo, está sempre disponível e tem uma bateria duradoura. O stylus Digitizer é um bom acessório que vem no pacote, mas o preço da proposta é elevado. (Adenda: o preço baixou 500 euros o que o torna muito mais concorrencial e apelativo)

 

PVP: 1200 Euros (novo preço)
13Summer_VAIO_Duo_13_front-left_startscreen_B
Sistema operativo
Windows 8
Arquitectura
Plataforma
Processador Intel® Core™ i5. Ultrabook™. Inspirado pela Intel.
CPU
Nome do processador (GHz)
Processador Intel® Core™ i5-4200U de 1,60 GHz com Turbo Boost até 2,60 GHz
Memória cache
3 MB
Memória
Memória instalada
4 GB
Tipo de memória/velocidade
/1600 MTs
Memória máx.
4 GB
Especificações de memória
LPDDR3 SDRAM
Composição da memória
4 GB (interna)
Visor
Tamanho do ecrã
33,7 cm (13,3″)
Resolução
1.920 x 1.080
Tecnologia de toque
Visor digital
Marca apresentada no ecrã
ECRÃ TRILUMINOS para dispositivos móveis
Função de melhoramento de imagem
X-Reality para dispositivos móveis
Gráficos
Acelerador gráfico
Intel® HD Graphics 4400
Armazenamento
Tipo de armazenamento
Unidade de estado sólido
Capacidade de armazenamento
128 GB
Interface
Série ATA de 6 Gb/s
Características de imagem e áudio
Coluna
Colunas estéreo internas
Microfone
Dois microfones internos
Câmara
Câmara dianteira
Câmara Web Full HD de 2,07 MP com “Exmor R para PC” (Resolução: 1920 x 1080 píxeis)
Câmara traseira
Câmara de 8 MP com “Exmor RS para PC” (Resolução: 3264 x 2448 píxeis)
Hardware
Touchpad
Touchpad (Compatível com gestos)
Movimentos do teclado
1,0 mm
Pontos
19,05 mm
Teclado numérico
Não
Sensor
Acelerómetro, giroscópio, bússola digital
Interface
Terminais de saída e entrada
Porta SuperSpeed USB (USB 3.0) com conetor de tipo A com função de carregamento x 1, porta SuperSpeed USB (USB 3.0) com conetor de tipo A x 1, ranhura combinada para cartões de memória “Memory Stick Duo” / SD x 1 (sem utilização simultânea), tomada para auscultadores, saída HDMI
Ligação à rede
Rede local sem fios
IEEE 802.11a/b/g/n
Ethernet
Não (Conjunto de mini router Ethernet sem fios)
Bluetooth®
Bluetooth® Standard Ver. 4.0 + HS
Taxa de dados máxima da rede local sem fios
300 (recepção) / 300 (transmissão)
Bateria
Tipo de bateria
Bateria de polímero de lítio
Duração da bateria
16 horas (A duração da bateria irá variar dependendo das configurações do equipamento e do software.) Referência: MobileMark 2007)
Tamanho e peso
Dimensões (L x A x P)
330 x 9,2-19,5 x 210 mm
Peso
1,34 kg
Software
Portal de soluções
VAIO Message Center
Foto/Vídeo
PlayMemories Home, VAIO Movie Creator
Multimédia
Álbum da Sony, Música da Sony Music
Assistência e recuperação
VAIO Care
Utilitários
VAIO Transfer Support, VAIO Update, VAIO Control Center
Produtividade
Compre o Microsoft Office para ativar o software Office neste PC, Adobe® Reader® 11
Segurança e cópias de segurança
Subscrição de 30 dias de McAfee® Internet Security, Controlos Parentais McAfee, versão experimental de 90 dias do Anti-Theft Service da Intel®
Navegador da Internet
Internet Explorer® 10

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Breves

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata