Desde que vendi a PS3 que fiquei sem leitor Blu-Ray, pois confiei no da consola desde o primeiro dia (a minha era a primeira geração, portanto, tinha o melhor leitor do mercado incorporado) e nunca me preocupei em adquirir um novo. Consegui viver assim, vá lá, quase um ano, até surgirem as primeiras TVs para ensaio. Num repente, não tinha forma de conseguir sacar o máximo da qualidade permitida pelos mais recentes televisores, pois um DVD não lhes faz justiça e as soluções digitais ou por streaming são fraquinhas.

Pior foi quando chegou o primeiro LCD que faz upscale para 4K, o futuro pelo que se diz. Reacção imediata: pedir um leitor BR com upscaling 4K que me permitisse tirar o maior partido dos “telões” que fazem da nossa sala uma experiência qualitativa sem paralelo.

Panasonic-BDT-330-angle

Design

O primeiro a chegar foi este Panasonic DMP-BDT330, um bloco que apresenta um design muito diferente do habitual, excelentes acabamentos e com uma dimensão… grande! Aliás, é capaz de ser dos maiores BRs à venda no mercado, apostando numa política contrária ao que tem vindo a acontecer com estes leitores que já apresentam caixas minúsculas. Em cor prateada e com uma tampa de extremo a extremo, percebe-se que este Panasonic está apontado a um entusiasta que sabe muito bem o que quer e do que necessita. Não é, portanto, um equipamento democrático nem generalista.
Existem dois botões físicos no topo direito, power e eject e somos obrigados a ter a tampa baixada cada vez que lhe ligamos uma caneta ou cabo USB. Não é a melhor solução em termos estéticos, mas obrigatória, pois também dá acesso aos dois botões de função stop e play.

O comando apresenta o layout típico da marca, com botões grandes e bem legendados e de borracha. Não é visualmente muito apelativo, mas é tremendamente eficaz.

 

Escola Tom Cruise

Quem de nós não vibrou com todo o futuro digital no filme “Relatótio Minoritário” em que o protagonista enviava imagens de uma parede para um tablet, de um ecrã para outro, apenas com o movimento da mão ou dos braços? Bem mais actual, os policias/detectivescos da série TV Hawaii Five-0 fazem o mesmo de uma mesa digital (enorme tablet) para os ecrãs nas paredes e é melhor ficar por aqui, pois a tecnologia avançou tão depressa que qualquer dia este tipo de processo estará em todas as casas. E porquê ir buscar isto? Porque a Panasonic incorpora o sistema próprio MIRACAST  e que é um streamer Wi-Fi Direct que espelha as imagens do nosso smartphone ou tablet no ecrã da Tv. Foi desenhado para simplificar os processos entre os vários aparelhos que todos nós começamos a ter e permite ainda fazer esse streaming de vídeo e audio com qualidade Full HD. Logicamente que precisamos de compatibilidade e o Miracast já está disponível no mais recente Android 4.2.

Panasonic-DMP-BDT230-3D-Blu-ray-Player-Viera-Connect-WiFi

Ligado ao mundo

Podemos ligar o BDT330 à internet tanto por cabo ethernet como sem fios, o que é muito prático e útil, pois este Panasonic é também um equipamento “esperto”, ou seja, faz as vezes de uma Smart TV ou Smart Box oferecendo-nos ligação directa para uma quantidade de serviços, entre eles o Youtube, Twitter, Skype e Facebook, e em alguns países, o Viera Connect abre ainda mais a janela para conteúdos da BBC iPlayer, Netflix e Acetrax, para citar exemplos.

Mas não ficamos por aqui. Este Panasonic está ainda equipado com DLNA.

 

O já famoso 4K

Para a maior parte de nós, a qualidade do Full HD é muito suficiente para ver filmes (BR ou DVD) e, consoante o operador, alguns canais TV mais ou menos de alta definição. Mas os fabricantes têm de ganhar dinheiro e inventam coisas (ou relançam-nas) que apelam aos sentidos e curiosidade humanas. Se o grande trunfo de vendas destes últimos anos foi o 3D, hoje o interesse tem outras siglas> 4K (ver definição aqui) e este Panasonic é dos primeiros leitores BR do mercado já preparado para fazer upscaling deste sinal de ultra alta definição para um televisor compatível.

Felizmente, o BDT330 chegou enquanto decorria o ensaio da Sony W905A  e, vos garanto, assisti a um verdadeiro festim de cores vívidas mas neutras, extraordinariamente compostas, muito definidas. Cheguei mesmo a aproximar-me ao máximo até perceber os pontos a milímetros da tela e ainda abri a boca de espanto. É mesmo extraordinária esta “coisa” dos 4K e, confesso, fiquei automaticamente seduzido. É-me agora difícil ver um BR no meu LCD com 1080p…

Este Panasonic está assim preparado para o futuro. Quiçá os próximos 10 anos o que, na tecnologia actual, é uma eternidade. O upscaling incorporado converte o sinal dos discos Blu-Ray gravados a 1080 para a nova “medida” antes mesmo de enviar o sinal para a TV, o que promete compatibilidade. Logicamente que, para se perceber a qualdade 4K, o televisor terá de ser adequado e ainda são muito caros. Mas lá chegaremos e mais depressa do que julgamos.

Como já devem ter percebido, não sou fã nem utilizador de equipamentos 3D, mas é uma norma que está presente em quase todos os novos produtos de gama média e alta onde este BDT330 se enquadra. Lá estão as siglas 3D e a reprodução Full HD 3D (com o disco oficial da Panasonic) é soberba num televisor como o mencionado acima. Converte também sinal 2D em 3D o que poderá criar um certo efeito de profundidade em gravações normais. Não sei muito bem se alguém irá ver um filme assim, mas é uma das características deste leitor.

 

panasonic dmp-bdt330 02

 

Conexões

O BDT330 é um festim de ligações e está preparado para todas as necessidades.
Baixando a tampa frontal, temos acesso à gaveta do disco, leitor de cartões SD e duas entradas USB tendo uma delas a enorme vantagem ao permitir ligar um disco rígido externo e deste modo reproduzir, via o próprio leitor, ficheiros digitais (inclusive MKV). E sabem que mais? Reproduz as legendas dos ficheiros. E pronto, se já estava seduzido, com isto fiquei rendido.

Na parte traseira, dois outputs HDMI (mais importante do que se julga, como a possibilidade de se ligar a dois televisores em simultaneo), porta Ethernet e a ligação Digital Audio Out.

panasonic_dmp-bdt330_5

Concluindo

Este Panasonic é um equipamento fabuloso e anti-envelhecimento. Está preparado, e bem, para os anos e evoluções qualitativas que já estão em curso e que só precisam de ser democratizadas. O upscaling 4K é o cartão de visita, mas quanto a mim, a possibilidade de ler quase todos os formatos externos, através de cartão ou USB, é uma das grandes razões para querer um. A qualidade de reprodução é típica da marca, sempre cinco estrelas que é, afinal, o que procuramos num equipamento topo de gama.

O design pode não ser consensual, assim como a dimensão demasiado grande, mas este é um leitor que ultrapassa bem esses pequenos atritos à primeira reprodução.
Infelizmente, o design do Menu é ainda antiquado (a marca já o evoluiu) e um tanto ou quanto confuso, mas também não é por isso que lhe retiro pontos.
Gostei francamente deste Panasonic.

Preço

249,99 euros

 

Características

 

PLAYABLE DISCS

FULL HD 3Dsim
BD-Videosim

BD-RE/ BD-RE DL (Ver.3)

JPEGsim
MPOsim

BD-R/ BD-R DL (Ver.2)

MKVsim

DVD

DVD-Videosim

DVD-R/ DVD-R DL/ DVD-RW

DVD-Videosim*1
DVD Gravação de Vídeosim*1
AVCHDsim*1
FLACsim*1*2 (DVD-R/ DVD-R DL)
WAVsim*1*2 (DVD-R/ DVD-R DL)
WMAsim*1*2 (DVD-R/ DVD-R DL)
AACsim*1*2 (DVD-R/ DVD-R DL)
MP3sim*1*2 (DVD-R/ DVD-R DL)
MKVsim*1 (DVD-R/ DVD-R DL)
JPEGsim*1 (DVD-R/ DVD-R DL)
MPOsim*1 (DVD-R/ DVD-R DL)

+R/ +R DL/ +RW

Vídeosim*1
AVCHDsim*1

CD, CD-R/ -RW

CD-DAsim, (-RW*3)
FLACsim*2, (-RW*3)
WAVsim*2, (-RW*3)
WMAsim*2, (-RW*3)
AACsim*2, (-RW*3)
MP3sim*2, (-RW*3)
MKVsim, (-RW*3)
JPEGsim, (-RW*3)
MPOsim, (-RW*3)

AUDIO SYSTEM

Dolby® Digital Plus/ Dolby® TrueHDsim, Decode e saída Bitstream*4
DTS™-HD Master Audio Essential/DTS™-HD High Resolution Audiosim, Decode e saída Bitstream*4

CARTÃO DE MEMÓRIA SD

Entradasim
Compatible MediaSD/ SDHC/ SDXC
Reprodução
JPEGsim
MPOsim
MPEG2
AVCHDsim
MP4sim

USB

Ranhura (Frente, traseira)sim(2) (Para Reprodução, – )
USB StandardUSB 2.0 High Speed
Reprodução
FLACsim*2
WAVsim*2
WMAsim*2
AACsim*2
MP3sim*2
MKV/ MP4sim
JPEGsim
MPOsim

Alta Qualidade de Imagem

Up-Scaling 4K (UHD) Incorporadosim*5
Processamento Adaptive Chroma
Conversão 2D-3Dsim (BD/ DVD/ CD/ Cartão de Memória SD/ VOD/ USB/ NAS)
3D Efeito Controllersim (BD/ DVD/ CD/ Cartão de Memória SD/ VOD/ USB/ NAS)
Up Sampling Full HDsim
Deep Colorsim
x.v.Colorsim*6

ALTA QUALIDADE DE SOM

TWIN HDMIsim
Reprodução Áudio em Rede de Alta Qualidadesim
Pure Audio em HDMI
High Clarity Sound Plus
Digital Tube Sound
Conversor D/A de áudio
Saída Analógica 7.1ch
Remasterizado Surround (envolvente) 96kHz

OPERAÇÃO FÁCIL

Web Browsersim
Miracast™sim*8
Controlo Touch Pad
Smartphone Remote Control
Multi-User Mode/ GUI Elegante/ Wallpapersim
VIERA Link™ (Controlo HDAVI 5)

NETWORKING

VIERA Connect™sim*10
IP VOD
Wireless LAN Systemsim (Incorporado)
Função DLNA (DMP&DMR)sim
Reprodutor HDD Externosim
Network Drive Accesssim
BD-Live™sim*12

TERMINAL

Saída HDMIsim (2)
Saída de Vídeo
Saída Óticasim
Saída Coaxial
Saída Analógica de Áudio
LAN (Ethernet) Terminalsim (para DLNA, BD-Live™*12,VIERA Connect*10 and Firmware Update)

OUTROS

Video SystemPAL/ NTSC
Audio S/N
Intervalo dinâmico
AlimentaçãoAC 220-240V, 50Hz
Power Consumption
Uso Normal [Aprox.]18W
Standby – Início Rápido Off [Aprox.]0.5W
Standby – Início Rápido On [Aprox.]6W

DIMENSÕES, PESO

Dimensões (W x H x D) [Aprox.]430 x 41 x 181 mm
Peso [Aprox.]1.6 kg

 

 

.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

1 comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Breves

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata