Password-Manager-X3

Vamos a contas: tenho mais de 10 contas de email (profissionais, pessoais, dedicadas, necessárias, obrigatórias), umas quantas contas de utilizador, outras de autor, três… não, quatro de editor, tudo duplicado para as redes sociais (profissionais e pessoais), e tudo isto antes de pensar nos logins dos vários serviços do estado. Ah, e o Multibanco, o IBAN, o Ebay, o PayPall…

Ok. Toda a gente me questiona “como é possível?”, sabendo da minha aversão à cábula em papel (na sebenta, só mesmo números de telefone porque é demasiado fácil perder os que estão no smartphone, não por roubo, mas pelo crash da rede ou falta de electricidade). Mas vou ser sincero: não tenho uma password (palavra-passe) para cada login mencionado. Confesso algumas repetidas. E a maldita da conta da Apple que enfaralha sempre a saúde mental de quem quer ir à iLoja.

Sempre reclamei contra as perguntas (e respostas) de segurança, uma chatice e que geralmente dão barraca. Um exemplo? O meu primeiro carro foi um VW Polo. Escrevi isso na conta da Apple. Quando conheci problemas, fui à “Ajuda” e escrevi “VW Polo”. ERRADO! “Volkswagen Polo”. ERRADO! “VW PÓLO”. ERRADO! ESGOTOU AS 3 TENTATIVAS. ENVIE-NOS UM EMAIL OU CONSULTE O GESTOR DA SUA CONTA! Ops, não é bem isto, mas ficaram com o drama. E agora?

Agora há uma solução que, por acaso, sempre defendi: em vez de uma “palavra-passe”, há que pensar em toda uma narrativa bem estruturada. E quem está comigo neste pensamento é a ESET, conhecida marca de anti-vírus e soluções de segurança. A ESET (para os mais antigos, a memória NOD32), farta de nos avisar que o ciber-crime existe e que a malta continua a escolher palavras-passe como “123456”, “password”, “12345678” e “12345”, todas no top actual, sugere que os utilizadores esqueçam o conceito de palavra-passe levado à letra, optando em vez disso por adoptar “frases-passe”: isto é, termos mais complexos, mas ainda assim fáceis de memorizar para cada um.

Reparem: No Dia Mundial da Password, a ESET propõe que acrescente à sua password mais do que uma palavra para formar uma frase que faça sentido para si. Pode depois acrescentar algumas letras maiúsculas para adicionar maior blindagem, bem como pontuação, espaços (sim, é possível!) e blocos de letras maiúsculas.

Existem outras medidas que importam reter a propósito de palavras-passe fortes para combater o ciber-crime e proteger a sua informação. A ESET destaca as seguintes:

  • Palavras-passe curtas são más. Frases-passe longas são boas;
  • Nunca reutilizar uma palavra-passe antiga;
  • Usar autenticação de dois factores para segurança adicional;
  • Assegurar que em cada conta existe uma frase-passe distinta;
  • Alterar periodicamente as frases-passe;
  • Usar um gestor de password fiável.

Espero que com tudo isto percebam a importância do início das ficções: comecem por “Era uma vez” para ir treinando. Deixo aqui algumas dicas:

Faz-te.um.Homem-escapazdememorizarumafrasecompleta

GostoMuitodePaoComManteiga-MasElaE+Cremedechocolate

Percebem onde quero chegar? Todo um novo mundo à mão. Não se deixem é apanhar pelo esquecimento da versão do modelo: era VW Polo Coupe. COUPE, raiospartam!

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts