A Samsung lança dois novos modelos, os Galaxy S10 e Note 10 em versões Lite e a Huawei contra-ataca com o Mate 30 Pro em Portugal

A primeira semana de 2020, eis duas novidades no mercado dos smartphones: a Huawei anuncia a venda do seu novo topo de gama, o afamado Huawei Mate 30 Pro que é o primeiro sem os serviços Google, e dois Lites, ou deverei dizer Light, da Samsung que permitem à classe média poder comprar um topo de gama sem ter de endividar no banco ou vender um rim.

Galaxy S10 Lite

Começo já pelas novidades sul-coreanas: denominam-se Galaxy S10 Lite e Galaxy Note10 Lite que são propostos, e aqui muita atenção, a 680 e 630€, respectivamente, e com vários acabamentos.

Preço bomba pode determinar sucesso

A questão do preço é realmente importante pois falamos de terminais que rodam, e muitas vezes superam, os mil euros. E, como sabemos, há políticas da Samsung de troca e outros mimos que podem facilitar e muito a compra de um destes novos terminais.

As grandes diferenças entre ambos são as melhores câmaras no S10 Lite com três objectivas e super estabilização óptica e a caneta S Pen no Note Lite com Air Command e conversor de texto, para além de dois processadores que, mesmo diferentes, conseguem, grosso modo, os mesmos resultados.

Galaxy Note 10 Lite

Em destaque e em comum, o ecrã infinito sem moldura de 6,7 polegadas, a supre bateria de 4500 mAh com carregamento rápido e todos os serviços e aplicativos a que a Samsung já nos habitou, como a Bixby, o Samsung Health ou a extra segurança Knox.

Especificações: Samsung Galaxy S10 Lite e Samsung Galaxy Note10 Lite

  Galaxy S10 Lite Galaxy Note10 Lite
Display 6.7’’ Full HD+ Ecrã Super AMOLED Infinity-O, 2400×1080 (394ppi) 6.7’’ Full HD+ Ecrã Super AMOLED Infinity-O, 2400×1080 (394ppi)
* O ecrã Super AMOLED apresenta um design ergonómico com painel de visualização fino e leve desenvolvido através de tecnologia OLED” *Medido na diagonal, como um retângulo completo, sem ter em conta os cantos arredondados; a área de visualização é inferior, considerando os cantos arredondados e a abertura para a câmara frontal.
Câmara Traseira: Câmara Tripla – Macro: 5MP F2.4 – Grande Angular: 48MP Super Steady OIS AF F2.0 – Ultra Grande Angular: 12MP F2.2   Frontal: 32MP F2.2 Traseira: Câmara Tripla – Ultra Grande Angular: 12MP F2.2 – Grande Angular: 12MP Dual Pixel AF F1.7 OIS – Telefoto: 12MP AF F2.4 OIS   Frontal: 32MP F2.2
Corpo 75.6 x 162.5 x 8.1mm, 186g 76.1 x 163.7 x 8.7mm, 199g
AP Processador Snapdragon 855 7nm 64-bit Octa-core (Max. 2.8 GHz + 2.4 GHz + 1.7 GHz) Processador Exynos 9810 10nm 64-bit Octa-core (Quad 2.7GHz + Quad 1.7GHz)
Memória 8GB RAM 128GB Memória Interna 6GB RAM 128GB Memória Interna
*Pode variar de acordo com o mercado e operador.
*A memória de utilizador disponível é inferior que a memória total devido ao alojamento do sistema operativo e do software utilizado para operacionalizar as funções do equipamento. A memória real do utilizador irá variar consoante o operador e poderá mudar após a realização de atualizações de software.
Bateria 4,500mAh 4,500mAh

Huawei lança topo de gama mesmo sem serviços Google

Quanto à Huawei, como pode a marca chinesa ultrapassar o grande elefante na sala que é a ausência de serviços Google, principalmente quando custa 1100 €?

Bom, de várias formas: é, acima de tudo um smartphone extraordinário com um ecrã revolucionário, um extraordinário conjunto de câmaras e aptidões técnicas que, não fosse o problema Google, o colocariam no topo do mercado.

Mate 30 Pro

A marca tem, contudo, um plano: a oferta de um vale de compras no valor de 300€ para adquirir produtos da marca para quem fizer a pré-reserva a partir de agora com as vendas a ter início já no dia 8 deste mês.

Campanha diferente

Atenção à campanha de pré-registo que arrancou ontem, com uma publicação na comunidade de Facebook Huawei Portugal e através da activação de uma campanha de email marketing para clientes Huawei.

Por outro lado, e mais importante ainda, existem formas de conseguir ultrapassar a ausência de muitas aplicações Google, mas isso deixo para uma futura análise.

Uma coisa é certa, temos a continuação de uma batalha no campo Android que se temeu perder nos tempos mais recentes e que faz sempre bem ao mercado.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *