Quidgest

comunicado de imprensa:

A Quidgest anuncia hoje que o seu departamento de investigação e desenvolvimento, bem como a consultoria e desenvolvimento de sistemas de informação, cumpre os requisitos necessários para ser avaliado como Nível 3 no âmbito do CMMI Institute’s Capability Maturity Model Integration (CMMI). A avaliação foi realizada pela Process Quality Engineering S.L.

O CMMI é uma metodologia de boas práticas internacionais que visa a melhoria de processos no desenvolvimento e manutenção de soluções de software, de forma a maximizar o desempenho organizacional. Com a avaliação CMMI, a Quidgest passa a pertencer ao restrito grupo nacional de empresas de software já avaliadas, o que vem comprovar a capacidade da empresa em manter a qualidade, os prazos e os custos no processo de desenvolvimento das suas soluções.

A Quidgest foi reconhecida com Nível 3 do CMMI nas áreas de I&D, consultoria e desenvolvimento de sistemas de informação

Esta avaliação é o resultado de um investimento estratégico da empresa na qualidade das suas equipas e dos seus processos

Para as empresas que pretendam selecionar um parceiro para o desenvolvimento de soluções de software, a avaliação CMMI Nível 3 apresenta um conjunto importante de benefícios: não só assegura o rigor no desenvolvimento de sistemas de informação, como também garante uma melhor gestão de projetos e o controlo dos prazos de entrega, o que contribui para o aumento da satisfação dos clientes.

Ao nível da internacionalização, a avaliação CMMI constitui-se como um fator competitivo diferenciador, uma vez que se trata de um modelo reconhecido internacionalmente, que garante credibilidade e qualidade às empresas de software: “em mercados como o americano, em que a Quidgest tem vindo a apostar, a avaliação CMMI é um fator decisivo no processo de escolha do fornecedor”, refere Annabelle Le Rohellec, responsável pelo Departamento Internacional da Quidgest.

O CMMI

O CMMI (Capability Maturity Model-Integration) é o resultado do trabalho de investigação desenvolvido na Universidade de Carnegie Mellon, pelo Software Engineering Institute (SEI), que procurou compreender o que distingue as organizações de elevado desempenho, que desenvolvem software de qualidade, dentro do prazo e do orçamento previsto. Neste contexto, o CMMI surge no sentido de estabelecer um modelo único para a melhoria de processos nas organizações, com base nos atributos destas organizações de alto desempenho, através da integração de diferentes modelos e disciplinas. As práticas CMMI podem ser usadas em grupos de trabalho, projectos, departamentos ou em toda a organização.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts