Lifestyle-XL

A QNAP lançou em Portugal o primeiro NAS com SSDs M.2 do mundo – o NASbook TBS-453A – com um processador Intel quad-core (Celeron N3150 14nm), 4/8GB de RAM DDR3L de dois canais. funcionalidades NAS completas com protecção RAID num sistema extremamente compacto, incorporando ainda um “switch” de rede físico e função de partilha de acesso em rede com múltiplos utilizadores.

Com design compacto e silencioso, saída HDMI dupla e 4K, este novo modleo aumenta a produtividade e conectividade em pequenos escritórios sem ocupar muito espaço.

“Os SSDs M.2 são agora usados em portáteis finos e leves e PCs de pequenas dimensões. Marcadamente compactos, estes SSDs oferecem alto desempenho sem ruído e espera-se que se tornem mais acessíveis à medida que crescem de popularidade,” disse a propósito Jason Hsu, Product Manager na QNAP. “À luz dos benefícios dos SSDs M.2, ficamos satisfeitos em apresentar o primeiro NASbook SSD M.2 TBS-453A para oferecer aos utilizadores um NAS portátil e versátil.”

TBS-453A_M.2-SSD

O TBS-453A possui duas portas Ethernet Gigabit e um switch Gigabit de três portas que suportam modos de comutação de rede e de rede privada. Estes modos permitem aos utilizadores construir ambientes em rede flexíveis para melhorar o trabalho de colaboração em grupo ao permitir que dispositivos conectados acedam a ficheiros armazenados no TBS-453A, ou possa haver partilha de conectividade de Internet.

Este NASbook oferece taxas de transferência até 112 MB/s por porta LAN e é incrivelmente eficiente, suportando ainda encriptação AES-NI acelerada por hardware para velocidades de transferência AES 256-bits até 109 MB/s por porta LAN.

O TBS-453A é fornecido com um adaptador AC compacto e suporta uma gama alargada de voltagem de entrada (DC 10V~20V) para compatibilidade com várias fontes de alimentação.

Quer os slots para a RAM e quer para os SSD são de acesso fácil para instalação e atualização. O armazenamento do TBS-453A é expansível ligando um chassis UX-800P de 8 baías ou um UX-500P de 5 baías.

Flexível: da multimédia ao Linux

O TBS-453A está também pronto para aplicações multimédia. Os utilizadores podem ligá-lo a um televisor ou recetor A/V para desfrutar de conteúdos multimédia 4K. Com as suas duas tomadas de microfone de 3,5 mm, uma porta line out, altifalante integrado e a app OceanKTV, o TBS-453A pode também ser transformado numa acessível máquina para karaoke ou usado para diversas aplicações áudio.

Lifestyle2-XL

O TBS-453A inclui várias aplicações para satisfazer necessidades de empresas e aumentar a produtividade. Ao ligar-lhe um teclado, rato e ecrã HDMI, a Linux Station permite que o NAS seja usado como uma estação de trabalho Linux para fortalecer o desenvolvimento de software open-source e permitir aos utilizadores executar aplicações Linux.

O Qsirch deixa os utilizadores encontrar dados NAS rapidamente com o seu poderoso motor de busca em texto. O QTS Storage Manager cede uma ferramenta snapshot baseada na web para resgate de dados eficiente, permitindo até 1.024 snapshops e LUNs num NAS.

A Virtualization Station permite aos utilizadores executar múltiplos sistemas virtuais baseados em Windows, Linux, UNIX e Android no NAS com suporte para um monitor HDMI e teclado/rato USB (através da tecnologia QvPC) e o Container Station integra as tecnologias de virtualização LXC e Docker.

TBS-453A_network-sharing

Disponibilidade e preço

O novo M.2 SSD NASbook TBS-453A está já disponível no mercado.

PVP do modelo TBS-453A-4G é de €399 + IVA;

PVP do modelo TBS-453A-8G é de €499 + IVA.

Principais especificações:

l   TBS-453A-4G: vendido sem SSDs M.2

l   TBS-453A-4G-480GB: vendido com 2 x 240GB SSDs M.2

l   TBS-453A-4G-960GB: vendido com 4 x 240GB SSDs M.2

l   TBS-453A-8G: vendido sem SSDs M.2

l   TBS-453A-8G-480GB: vendido com 2 x 240GB SSDs M.2

l   TBS-453A-8G-960GB: vendido com 4 x 240GB SSDs M.2

Mais informações: www.qnap.com/i/pt/product/model.php?II=222

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts