Plague

De ideias está o mundo cheio, mas para BOAS ideias, ainda há muito espaço, principalmente se forem bem humoradas.

Quando li esta notícia, fiquei logo muito focado. Adorei a designação e o conceito. Aliar uma rede social a algo como a legionella, não é fácil, demonstra atitude e coragem e precisamos de um certo sentido de humor para entrar na onda.

Mas será que o truque não é mesmo este, conseguir ser viral (sim, viral) num mundo de aplicações que tentam o mesmo, ou seja, ser um facebook wannabe ou um twitter misturado com instagram?

Com o Plague, mostramos aos amigos que se infectam com a App onde estamos ou o que fazemos. Essa informação pode tornar-se viral e crescer à medida de uma pandemia. Graficamente, a apresentação está tão simples e bem feita que merece logo um valente Thumbs Up.

À medida que a nossa informação alastra, quem a recebe pode aceitar ser envenenado (com o dedo fazer um movimento down up no ecrã do smartphone) ou manter-se livre de malapatas (movimento inverso).

A info pode ser uma mensagem, links ou fotos.

Chamam-lhe a “gamification” do Reddit, mas acho que é algo mais. Nunca quis ligar-me ao conceito Reddit mas estou disposto a deixar-me infectar por esta praga.

Só pelo conceito?

E porque não?

para Android, aqui

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts