Como se sabe, há cada vez mais pessoal a preferir deslocar-se de bicicleta, mesmo em Lisboa, e o bom tempo ainda nem estalou com força. Portanto, e segundo alguns cálculos retirados de um estudo recente (boca  a boca no caso do Xá), prevê-se um enorme aumento deste tipo de veículos não motorizados durante 2013 e a poupança de combustível não é a única razão.

Por conseguinte, ele há outros estudos que mostram aos fabricantes de acessórios que está na hora para investir nessa coisa da bicicleta. E, felizmente, alguns já estão na linha da frente, como a Hama.

00092517awx-XL00092517abx-XL

Segue-se o comunicado de imprensa:

À medida que a bicicleta ganha protagonismo enquanto meio de transporte viável para a jornada de trabalho e retorno a casa, torna-se fundamental encontrar soluções que aumentem o conforto da viagem ao máximo. Isso pode incluir simples porta-garrafas, faróis, bolsas de transporte… e suportes de smartphone. Afinal, estes equipamentos também podem ser usados como dispositivos de navegação, sendo assim recursos essenciais para os ciclistas mais aventureiros.

A Hama apresenta o suporte iPhone 5 para bicicleta, um sistema com grampo para facilmente alojar o seu smartphone durante as viagens de trabalho ou lazer. Só não se esqueça de olhar para a estrada!

Concebido especificamente para o novo modelo de smartphone da Apple, este suporte Hama pode ser rodado de forma independente do grampo, permitindo-lhe colocar o dipositivo na posição que desejar. Suponha, por exemplo, que quer visionar os mapas do seu iPhone na horizontal – isso é possível graças a uma rótula com articulação de 360º.

A acoplagem do suporte à bicicleta dá-se por via de um mecanismo com grampo que se ajusta facilmente à espessura do guiador, mantendo-o firmemente seguro ao veículo.

O suporte iPhone 5 para bicicleta da Hama está já disponível no mercado português por apenas 14,99 euros.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *