Já falta pouco para vermos na estrada o mais recente pequeno desportivo da Ford.

Falamos, é claro, do Ford Fiesta ST.

Esperado para o final do 1º trimestre do ano, o Fiesta ST chega à Europa apenas na versão de três portas, isto porque nos “states” o ST é comercializado também na variante de cinco portas.

A versão base do ST deverá equipar jantes de 17”, sistema de áudio Ford DAB e bancos Recaro em tecido.

Em opção, podem ser adquiridas as luzes diurnas de LED, o sistema de som Sony DAB, bancos Recaro em meia pele e sistema de entrada sem chave.

Debaixo do capot está a maior e mais esperada arma do Fiesta ST, o 1.6 lt Ecoboost de quatro cilindros com 180 cv e 240 Nm de binário.

E como habitual, a prestação do motor Ecoboost não desilude ninguém com 6.9 segundos dos 0-100 km/h e uma velocidade máxima de 220 km/h.

A caixa é manual de 6 velocidades (não havendo outra opção disponível).

Face ao modelo normal do Fiesta, o ST tem uma suspensão revista com novas molas e novos amortecedores. A altura ao solo diminuiu em 15 mm e o sistema de travagem foi optimizado.

O controlo electrónico de estabilidade é de três fases e conta com controlo vectorial de binário.

 

Um pequeno desportivo cheio de garra que promete fazer as delícias de muita gente, num segmento onde há renovada competição este ano.

A estética do Fiesta é bem conseguida, tanto no exterior como no interior e o nível de equipamento promete ser bastante interessante.

Apenas parece que a traseira perde um pouco da agressividade da parte frontal, o que é pena – até porque a traseira do ST vai ser o ângulo que mais vamos ver na estrada.

Uma ultima palavra para os sempre fantásticos bancos Recaro.

 

O preço para Portugal é ainda desconhecido e este segmento tem propostas variadas que vão dos € 20.000 aos € 25.000.

Provavelmente o Fiesta ST ficará mais próximo da segunda hipótese.

 

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *