Cada vez se torna mais difícil planear um carro simples. De dia para dia os automóveis incorporam um nível tecnológico mais elevado… mesmo nas entradas de gama.

A impulsionar este movimento existe uma motivação adicional – a expectativa, por parte dos fabricantes, de que haja um crescimento significativo nas vendas gerado pelo fluxo de clientes que se protegeu em 2012 derivado à crise. Se isto se vai verificar ou não só o tempo o dirá. Pensamos que as probabilidades não são as melhores, mas também é verdade que nada dura para sempre e os mercados vão, forçosamente, começar a recuperar algum valor.

Analisámos as funcionalidades que vão chegar ao público no próximo ano – desde o conforto à segurança – e seleccionamos as mais inovadores e úteis.

Como é natural algumas são um mimo de viaturas de luxo mas também há alguma coisa para quem procura automóveis de gama média ou familiares.

Apesar da maior parte destas funcionalidades apenas estar disponível em um ou dois modelos no decorrer de 2013 é natural que num futuro próximo passem a equipar a generalidade dos veículos (quanto mais não seja como opcionais).

Claro que há novidades mais inovadoras do que outras por isso construímos um pequeno ranking aqui no Xá das 5.

 

9. Controlo automático de temperatura dos bancos.

Esta é mesmo uma inovação que seria de esperar numa marca de luxo obsessiva com os detalhes como a Lexus e vai ter a sua estreia (como opcional) nos restyling do Lexus LS 460 e do LS 600h L. Esta função é um aprimorar dos sistemas de aquecimento e arrefecimento dos bancos que já são encontrados em muitos automóveis de luxo. Nestes dois modelos da Lexus há um botão Auto – basta carregar e o banco vai ajustar a temperatura em função das definições do sistema de ar condicionado automático. Quem já experimentou refere que funciona realmente bem.

 

8. Interface tablet na consola central.

Habitualmente os sistemas de audio e navegação dos automóveis andam muito atrasados face à tecnologia que usamos diariamente em casa ou até quando comparados com o smartphone que temos no bolso. Mas o futuro já chegou em carros como o Tesla Model S(cujo painel de comandos da consola central é um todo ele um touch screen de 17”. Já era comum vermos sistemas deste tipo em concepts mas o Model S é o primeiro automóvel de produção em serie com este equipamento. A consola central parece como um iPad sobre-dimensionado e funciona exactamente como qualquer tablet que encontramos no mercado. Basta um pequeno toque ou passar de um dedo para termos a camara traseira, o ecran do GPS ou o browser 3G. É tambem aqui que conectamos o nosso telemóvel, utilizamos o rádio, ajustamos o ar condicionado, abrimos o teto panorâmico e monitorizamos o status da bateria (sim, porque o Tesla Model S é totalmente eléctrico). Apesar do Model S ter tido a sua estreia oficial em 2012 as primeiras entregas só serão efectuadas em 2013 e achámos justo que fizesse parte desta lista.

 

 

7. Porta da bagageira com activada pelo pé, sem toque.

É frequente chegarmos ao carro carregados de compras de supermercado ou com os miudos ao colo e não é practico pousar nada para abrir a bagageira carregando no respectivo botão no comando (no caso dos automóveis com porta eléctrica) ou no botão colocado na própria porta. Mas por norma temos sempre um pé disponível…

Em 2013 são vários os modelos que oferecem porta de bagageira activada pelo pé, sem necessidade de qualquer toque em botões. Exemplos disso são a BMW Serie 3, a Ford C-Max Hybrid ou o Mercedes SL 550. Desde que tenhamos a chave connosco basta colocar o pé por baixo do para-choques traseiro e um sensor estratégicamente colocado faz abrir a bagageira.

 

6. Banco Safety Alert.

Até agora a maior parte dos fabricantes tem usado alarmes sonoros e luzes avisadoras para nos informar de que estamos a mudar de faixa involutariamente, de que estamos perto de bater no para-choques de alguém ou de que estamos a fazer uma mudança de faixa onde já se encontra outra viatura e portanto a realizar uma manobra perigosa.

O problema é que com tantos avisos sonoros e luzes é facil colocar em franja os nervos de qualquer condutor. Especialmente porque muitos destes sistemas são susceptiveis a falsos positivos e activados demasiado cedo – por exemplo o caso de rails que são “percebidos” como outros automóveis.

A Cadillac está a tentar uma abordagem diferente com o Safety Alert Seat, um banco que vibra do lado do condutor correspondente ao potencial perigo de acidente.

Por exemplo… pisamos o separador do lado direito da faixa e o banco vibra do lado direito. Tentamos mudar de faixa mas outro carro já se encontra nessa faixa e o banco vibra do lado esquerdo. Se nos aproximarmos depressa demais do carro da frente o banco vibra dos dois lados. Nos testes já efectuados o sistema mostrou-se bem calibrado e sem reacções indevidas em trânsito citadino. O Safety Alert Seat vai estar disponível como parte do pack Driver Assist nos modelos de ATS, SRX e XTS da Cadillac.

 

5. Sistema de alerta de pressão dos pneus.

São já conhecidos muitos sistemas de monitorização e alerta da pressão dos pneus e fazem também parte da lista de equipamento da maior parte dos fabricantes. No entanto a Nissan evoluiu este sistema com novas funcionalidades bem interessantes e que vão estar presentes no Altima, no Pathfinder e no Infiniti JX35. Conhecido como Easy-Fill o sistema da Nissan é um valioso ajudante quando chega a hora de colocar ar nos pneus. Deixa de ser preciso procurar o autocolante colocado na porta ou tampa do depósito, de ler o manual ou de tentar adivinhar qual a pressão correcta. Quando estamos a encher os pneus e chegamos à pressão correcta o carro buzina para nos avisar e podemos passar para o pneu seguinte. Se continuarmos a encher as buzinadelas tornam-se duplas e se insistirmos começamos a ouvir uma série de buzinadelas consecutivas que nos aconselham a parar imediatamente. Práctico sem duvida.

 

4. Sistema de bancos EZ Flex.

Esta é uma solução simples para um problema que todas as familias mais numerosas encontram frequentemente quando tem um carro com 3 filas de bancos. Normalmente a ideia passa por sentar os mais velhos atrás dado que os mais pequenitos têm de usar as cadeiras especificas na 2ª fila de bancos. O problema é quando os mais velhos precisam passar para a 3ª fila de bancos. Vamos andar a por e a tirar as cadeiras dos bancos consoante a necessidade? Uma necessidade que pode mudar várias vezes no mesmo dia?

Até agora a unica solução passava por trocar o banco da 2ª fila por duas poltronas independentes e abdicar do lugar central. Mas a Nissan tem outra ideia. No Pathfinder e no Infiniti JX35 é possível dobrar a 2ª fila de bancos num sistema de 60/40 e deslocá-los para a frente sem necessidade de retirar as cadeiras dos mais novos dos bancos. As familias agradecem.

 

3. Sistema de intervenção de colisão traseira.

Há anos que são conhecidos os sensores de parque e as camaras de marcha-atrás. No entanto, apesar de muito uteis, estes são auxiliares passivos. É necessário estar atento para responder de forma adequada – apesar de essa ser sempre uma responsabilidade clara de qualquer condutor.  Mas por vezes quando fazemos marcha-atrás num local sem visibilidade não temos capacidade de resposta para um carro ou peão que surge de forma repentina. Modelos como os Cadillac ATS, SRX e XTS ou o Infiniti JX35 são capazes de travar automaticamente para ajudar o condutor e evitar o acidente. No fundo funcionam como os sistemas desenvolvidos para evitar a colisão frontal só que aplicados à marcha-atrás.

 

2. Airbag central para os passageiros da frente.

Muitos automóveis já são equipados com uma quantidade significativa de airbags de forma a tentar assegurar a segurança dos ocupantes em caso de acidente. Apesar disto a General Motors decidiu ir mais longe e equipou o Buick Enclave, o Chevrolet Traverse e o GMC Acadia com um sistema de airbag central para os passageiros da frente.

Este airbag abre em posição lateral do lado de dentro do banco do condutor e tem como principal função reduzir os ferimentos do condutor em caso de impacto lateral no lado do passageiro. Mais especificamente este airbag ajuda a manter o condutor direito tentando minizar o efeito de chicote provocado pelo embate inicial. Se no momento da colisão os dois bancos da frente estiverem ocupados este sistema pretende garantir que o condutor e o passageiro não são projectados um contra o outro.

 

1. Camara de ângulo morto no retrovisor do lado do passageiro

Já são muitos os automóveis equipados com sistemas de detecção de veículos no ângulo morto do lado do condutor mas a Honda foi mais longe.

As pequenas camaras têm actualmente um custo bastante acessível e como tal a marca decidiu montar uma no retrovisor do lado do passageiro no Honda Accord.

Esta pequena camara está cuidadosamente posicionada para captar os veículos que se aproximem pelo ângulo morto e apresenta as respectivas imagens no display central do Accord sempre que abrimos o pisca para mudar de direcção. Claro que este sistema não deve ser visto como um motivo para não ajustar correctamente o retrovisor e para deixar de prestar atenção ao que se passa em redor mas é uma grande ajuda na avaliação de pequenos espaços no trânsito citadino e traz confiança adicional a cada mudança de faixa. A Honda deu a este sistema o nome de LaneWatch.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *