62b0f9d5-fdca-43f8-8400-3af9e99cb9c2_three_eighty

O que está na moda e se coloca acima dos outros? Dou uma pista: é extensível. Outra? Tem um acessório que prende o nosso smartphone para afastá-lo até 93cm da nossa própria mão. Sim, naturalmente acertaram, é o selfie stick.

Diz-se que o mundo avança devido a ideias super simples e, na verdade, esta é uma delas, embora baseada num outro extensor utilizado tanto por fotógrados (monopé) como montanhistas (bengala telescópica). Mas se não é uma novidade, o que me deu para escrever sobre um destes “tubos”de alumínio? Bom, há sticks comprados no chinês e depois há sticks que são verdadeiros suportes que agilizam a nossa acção para além de fomentar a criatividade de quem quer tirar uns “bonecos” ou fazer umas filmagens bem ousadas ou originais.

O Xsories Image Capture Me-shot Deluxe pertence a esta casta. Está disponível em mais de uma cor, mede fechado uns transportáveis 23cm e é extensível até 93cm, o adaptador Me-Pholder que prende o smartphone é sólido e aguenta bem o peso de um phablet e até tem um comando X-Smart que, depois de emparelhado por bluetooth, torna possível o click fotográfico (entre outras opções, como zoom, mas não universal) para além de ser paralelamente utilizável como comando PC/Mac.

As coisas boas não se ficam por aqui: a rosca universal de 14″ com cabeça rotativa é perfeita para encaixar uma pequena camcorder ou câmara compacta até meio quilo, o que permite a gravação de planos gerais em picado, para uma muito maior noção espacial. Temos é de fazer alguma pressão com o pulso, mas para ajudar, este tem uma protecção em silicone que ajuda ao grip.

O conjunto pesa 147g (o stick com a cabeça Me-Pholder acoplada) e está à venda na loja Orange online por 49,99€.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Análises – reviews

Breves

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata