O Stylophone Gen X-1 é um sintetizador de bolso que vem dos anos 60 e entra pelo séc. XXI sem pedir licença. E é barato e cool.


Com certeza que muitos que estão aqui gostam do Jimmy Fallon.

Aliás, podem até nem simpatizar com ele mas adoram as versões de temas clássicos para quem ele convida a banda original a tocar com instrumentos de plástico juntamente com a banda residente do programa.

Em todas as versões, ele começa com um ritmo sobejamente conhecido e replicado à exaustão proveniente de um micro sintetizador, o Casio VL Tone VL-1.

Também tive um quanto fui músico e era mesmo um brinquedo tão cool que, de vez em quando, se juntava aos Korgs, Yamahas e Rolands. Aliás, a banda portuguesa Propaganda eternizou-o no tema “tropa não”.

O mundo portátil do Stylophone

O Stylophone era uma espécie de micro sintetizador que cabia no bolso, mas muito mais adulto que o modelo mencionado da Casio.

Aliás, o Stylophone original tirava o sono a cada músico que abraçava a tecnologia ainda a dar os primeiros passos, tal e qual entrava em transe ao experimentar e gravar com um dos Korgs série M.

Dos anos 60 ao séc. XXI

O Stylophone nasceu na década de 60, foi muito popular e os seus sons ficaram gravados em discos tão extraordinários quanto o ‘Space Oddity’ de David Bowie ou o tema ‘Pocket Calculator dos Kraftwerk através do líder Karl Bartos.

Este sintetizador de bolso foi desaparecendo aos poucos até ser relançado em 2007 como Gen X-1 renovado com mais botões e funções e controladores (LFO, attack e decay, ressonância, delay, waveforms quadradas e triangulares, etc.).

Desta feita, o Stylophone Gen X-1 apresenta um novo interface, mantém a caneta controladora stylus (até tem nome, “Sound Strip“) e pode ser nosso por parcos, sim, parvos 70 euros.

Se quiserem, comprem aqui.

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Análises – reviews

Breves

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata