Destaques para as gamas TV e Áudio (num post à parte) que enchem o olho, captam os sentidos e fazem sonhar

A Sony reservou muitas salas num dos hotéis nobres da capital para mostrar dados, números, crescimento e muitas das novidades que levou à CES no passado Janeiro.

Para acompanhar os jornalistas e bloggers convidados, trouxe o quartel-general nas figuras de Alberto Ayala, novo director geral da Sony Ibéria e com quem relembrei o evento em que nos conhecemos na apresentação do Áudio Hi-Res, Pedro Jesus, o muy nosso director de marketing da Sony Ibéria, que apresentou as novas TVs da marca.

O assistente Google (já disponível em castelhano) faz pipocas, cria ambientes, acata as nossas ordens e até manda o aspirador fazer a limpeza

As novidades de áudio, e são bastantes, foram apresentadas por Joan Bayés, marketing manager AV da Sony e, por último, o genuíno esforço em hablar portunhol do simpático Xavier Insa, responsável de formação da Sony.

A acompanhar, toda a simpatia de Jorge Gallego que, parece-me, trocaria Barcelona por Lisboa num piscar de olhos, tal o seu amor pela nossa cidade.

Números sustentados

Numerologia

Se há coisa que não engana, é a aritmética. Um mais um continua a ser igual a dois, embora também se defenda o princípio do onze, principalmente na política.

Mas a marca nipónica tem razões para continuar a sorrir, pois tem números confortáveis de crescimento sustentado para apresentar. Por exemplo, quem diria que a gama TV fosse novamente uma lança de inovação quando esteve por um fio para ser aniquilada?

As parcerias resultaram em cheio, a liberdade em poder escolher elementos de terceiros mostrou-se correcta, e o resultado está à vista. A Sony respira, finalmente, alguma saúde neste segmento que lhe é tão querido e importante.

Brincar com os sentidos

Sabemos que o design tem cada vez mais importância no dia a dia. Não apenas porque é mais apreciado, como se torna imperativo aliar a forma à função para satisfazer todos os sentidos.

Vale a pena ler o post dedicado às novidades Áudio aqui

A Sony sabe muito bem disto e tem no seu campo de maior crescimento, o áudio, a prova mais que provada que está no caminho certo.

Colunas eficazes são agora discotecas ambulantes nos mais pequenos tamanhos. Velas de mesa com som 360º podem marcar a diferença do ambiente e auscultadores de topo garantem um lugar ao sol.

A dificuldade entre escolher um televisor OLED ou LCD

Parece mentira, mas a verdade é que não é fácil escolher um televisor para a nossa sala. As diferentes tecnologias têm prós e contras e nem tudo o que “reluz é ouro”.

Por exemplo, nem sempre a opção pela tecnologia mais moderna é a acertada e podemos sempre escolher um modelo de uma gama que nos oferece tão bons resultados por muito menos dinheiro.

Os novos Sony OLED e LCD HDR 4K têm essa particularidade, pois contam com muita tecnologia similar, apresentam-se com design soberbo, soluções para um áudio bem mais eficaz, e características únicas no mercado.

O que foi apresentado

Podemos optar pela gama OLED com a inovadora e exclusiva tecnologia da Sony “Acoustic Surface“, em que o próprio painel OLED vibra para emitir som. É ver, e neste caso ouvir, para crer.

Os responsáveis da marca apontam que este sistema é perfeito para as frequências médias e agudas, mas não tão bom para as frequencias graves. É por isso que se acrescenta o poder do(s) sub-woofer(s) para conseguir uma experiência mais intensa e dinâmica, como se requere numa instalação de nível superior

O Acoustic Surface não pode ser incuido nos LCD devido a questões técnicas, e isso fez com que a Sony desenvolvesse uma nova tecnologia –Acoustic Multi-Audio – nas Séries XG85 e XG95 deste ano.

A solução passa pela adição de dois tweeters posicionados discretamente na parte posterior e superior do televisor que vão trabalhar em conjunto com o set de altifalantes full range posicionados mais em baixo.


A tecnologia Acoustic Surface Audio + oferece uma experiência sonora totalmente imersiva, transmitindo som de todo o ecrã, dispensando assim colunas visíveis.

O conjunto, como verifiquei in loco, potencia de forma perceptível o palco sonoro, tornando-o mais rico e pormenorizado e mimetizando o efeito do som que “vem do ecrã” dos modelos OLED.

As novas séries Premium AG9 e AG8 apresentam um controle preciso de 8 milhões de pixels OLED, controlados de forma individual pelo Picture Processor X1 Ultimate.

O Pixel Contrast Booster é um reforço para obter mais cor e contraste nas áreas mais claras.

Palavras também para o inovador design do suporte de mesa que é agora giratório, o que eleva o TV 7cm para poder arrumar uma coluna na sua base.


As já conhecidas LCD XG95, XG90 e XG85 têm agora acompanhia das novas séries XG83, XG80 e XG70, expandindo assim a sua oferta de alta gama HDR 4K. Exceptuando a XG70, todas têm integrado o Assistente do Google.

O modelo XG95 estará disponível no final de março e terá um PVPE de 1.999€ em 55″ (KD-55XG9505), 2.799€ em 65″ (KD-65XG9505) e 4.499€ em 75″ (KD-75XG9505).


As séries XG83, XG80 e XG70 apresentam o reconhecido processamento de imagem da Sony para visualização imersiva.

Com tecnologia 4K X-Reality PRO e ecrã TRILUMINOS, o design elegante dos televisores adapta-se a qualquer decoração graças à sua moldura em alumínio (XG83) ou alumínio escovado (XG80, XG70) e aos seus elegantes suportes que podem ocultam os cabos, respeitando a decoração da sala de estar.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *