Os dois bundles PlayStation com o Red Dead Redemption 2 estão disponíveis a partir de hoje nas lojas portuguesas


Isto significa que todos os jogadores já podem experimentar a tão aguardada sequela de Red Dead Redemption 2.

Este aclamado título da Rockstar Games, com gráficos HDR de alta qualidade na PlayStation 4 e numa nítida resolução 4K na PlayStation 4 Pro.

Um destes bundles com o Red Dead Redemption 2 inclui, para além de uma fantástica consola PS4 Pro de 1TB em Jet Black, um comando sem fios Dualshock 4 e ainda o título Red Dead Redemption 2 em formato Blu-ray.

Já o outro bundle inclui uma consola PlayStation 4 de 1TB, o comando sem fios e o Red Dead Redemption 2, também ele em formato Blu-Ray.

O sucesso de RDR2 é também a sua história

Red Dead Redemption 2 é uma história épica sobre a vida na América no despontar da era moderna onde, após um assalto com um desfecho trágico na cidade ocidental de Blackwater,

Arthur Morgan e a quadrilha Van der Linde são forçados a fugir.

Com agentes federais e os melhores caçadores de recompensas da nação a persegui-los, os membros da quadrilha terão de atravessar o coração da América enquanto roubam e lutam para sobreviver.

No entanto, quando as divisões internas se agravam e ameaçam desfazer a quadrilha, Arthur terá de escolher entre os seus próprios ideais e a sua lealdade relativamente à quadrilha que o criou.

Neste título, que se passa na América em 1899, altura em que o final da época do Oeste selvagem começou e as forças da autoridade perseguem as últimas quadrilhas de criminosos, aqueles que não se renderem ou sucumbirem são abatidos.

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Análises – reviews

Breves

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata