Panasonic apresenta Lumix GX7

A Panasonic tomou-lhe o gosto e cada novo lançamento é um festim para os apreciadores de qualidade fotográfica. Uma das gamas, a GX, é agora alargada com a nova GX7, uma mirrorless com o muito qualitativo sistema micro 4/3.

A GX7 promete criar algum zumzum, pois a ver apenas pelas características técnicas no papel e imagens associadas, foram escolhidas soluções muito interessantes, principalmente a inclusão de um visor electrónico que até tem “truque”, pois é integrado e rebatível até 90 graus. Podemos contar com o já tradicional ecrã táctil de 3″, neste caso com 1040k de resolução e, atenção, também rebatível para cima e para baixo.

O corpo em magnésio torna-a resistente e mais leve, e o design retro (a marca apelida de neo-retro) acomoda o novo e evoluído sensor digital Live MOS de 16 megapíxeis e do novo processador Venus Engine, sendo que as imagens processam-se com grande nitidez inclusive em situações de pouca luz (ISO até 25600).

O sistema AutoFocus por contraste inclui diversas modalidades como AF para ambientes de pouca luminosidade, AF Pin-point e AF de disparo único, permitem a captura de fotografias numa grande variedade de situações.

Obturador de alta velocidade (1/8000), estabilizador digital de imagem integrado no corpo da câmara, gravação de vídeo Full HD 1920 x 1080,  a 50p (Hz), com saída AVCHD progressiva ou MP4, com som estéreo e com AF e o Tracking AF.

Ainda no campo vídeo, somos brindados com gravação a 24p com aspecto cinematográfico, com um bit rate de um máximo de 28 Mbps ou o modo P/A/SM, que oferece um resultado de grande expressividade e uma qualidade excelente. A qualidade de gravação em vídeo melhorou consideravelmente devido ao novo sensor digital Live MOS.

 

 Image_GX7s_LVF

Mais características:

Fotografias panorâmicas criativas

Disparo em time lapse

Animação em Stop Motion

Retoque Selectivo

22 filtros criativos

Wi-Fi e NFC

 

GX7s_W_dial_3

 

 

.

A objectiva LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2

A Panasonic lançou diversas objectivas que seguem os mais elevados standards de qualidade de lentes LEICA, incluindo a LEICA DG SUMMILUX de 25mm/F1.4 ASPH e a LEICA DG Macro-ELMARIT de 45mm/F2.8 ASPH./MEGA O.I.S. Actualmente a empresa está a trabalhar na LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2 uma objectiva que pretende ser uma das objectivas intermutáveis de quatro terços mais luminosas.*

O conceito “NOCTICRON” foi inicialmente desenvolvido para uma nova geração de lentes que mantêm os seus elementos lendários como o diâmetro maior. A lente LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2 consegue uma maior luminosidade F1.2 para uma objectiva intermutável micro quatro terços, convertendo-se assim numa objectiva de grande diâmetro, mas com grandes resultados das lentes NOCTICRON.

 

 

 

.

Tags from the story