A Apple quer rivalizar com a Netflix e a HBO e prepara a sua produção própria e independente. Poderá Spielberg vir a ser uma pedra no sapato?

No mês passado, Spielberg esteve nos escaparates pelos piores motivos: dizia-se contra a Netflix estar nomeada para os Oscar e que o cinema tem de ser visto em sala e nunca num televisor e yadayadayada.

Steven estava, afinal, a fazer o seu jogo habitual que é o de encontrar parceiros que lhe paguem as produções milionárias a que o seu nome está constantemente ligado. E neste momento, esse parceiro tem os bolsos muito cheios e chama-se Cook.

Sendo assim, não é de estranhar que seja o primeiro realizador a dar a cara pelo serviço de streaming que a Apple vai lançar a partir de Outubro e para mais de 100 países, mesmo que dê o dito por não dito e que fique realmente mal visto dentro de uma comunidade que, e afinal, só quer é contar histórias para a maior audiência possível, independentemente da localização ou dimensão da plateia.

Ou será que Tim Cook, que garantiu que a política e o futuro da Apple é a produção própria (tal e qual a HBO e a Netflix, para citar as maiores futuras concorrentes), nunca aceitará que a marca seja nomeada para os Oscar?

Podem escolher o dedo paa fazer cócegas e rir.

Mas o vídeo está cool. Eis a lista dos mestres que passam neste vídeo.

J.J. Abrams, Jennifer Aniston, Damien Chazelle, Sofia Coppola, Ron Howard, M. Night Shyamalan, Octavia Spencer, Steven Spielberg, Hailee Steinfeld e Reese Witherspoon.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Breves

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Siga o Xá das 5, um blogue de João Gata