HT-CT60 e HT-CT260
AS NOVAS BARRAS DE SOM DA SONY

Uma das questões mais complicadas numa casa é a eterna discussão sobre o posicionamento das colunas, situação bem mais complicada se um dos elementos do casal for um audiófilo.
Elas têm de estar a x centímetros da parede, posicionadas em perfeita simetria, a distância entre elas é… enfim, vocês percebem. Mas o maior drama, e consequentes divórcios, subiram em flecha quando surgiu o cinema em casa e os seus sistemas 2.1 até 7.1 (sim, colunas).

As marcas sabem disto e tentaram apresentar ideias que agradassem a gregos e troianos e parece que, finalmente, o conseguiram com as barras de som.

A Sony, marca com grande tradição na inovação acústica, apresenta ao mercado duas novas soluções neste campo, os modelos CT60 e CT260.

Som cinematográfico de qualquer ângulo efeito de áudio 3D
A CT60 oferece som surround virtual. A CT260 utiliza a tecnologia S-Force PRO Front Surround para criar um efeito de áudio 3D com apenas duas colunas frontais numa única barra.
Som potente
A CT60 está equipada com duas colunas frontais que proporcionam um som nítido e rico de 60 W. Com a CT260, obtem-se um maior impacto com os 300 W de potência total das colunas (neste modelo o subwoofer é wireless, sem qualquer fio).
Aspeto minimalista e elegante
A CT60 possui um design hexagonal compacto que se adapta não apenas à parte frontal do televisor, mas também à parede ou a uma prateleira. 
Acesso fácil às suas músicas preferidas
Esqueça a confusão dos cabos e as incómodas portas USB. Aceda de forma fácil, rápida e sem fios às suas músicas preferidas, graças ao Bluetooth® integrado. A CT260 permite-lhe transferir música do seu PC, tablet ou smartphone diretamente para um sistema de som nítido e potente de 2.1 canais. Era o elo que faltava ao seu sistema de entretenimento em casa.
As novas barras de som da Sony, CT60 e CT260 estarão disponíveis em princípios de Setembro e princípios de Outubro, respetivamente.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *